Reciclar não é o bastante

Reciclar não é o bastante

Os índices de reciclagem subiram mas a chave para lidar com a escalada dos problemas com o descarte parece estar nos hábitos e atitudes de consumo, de acordo com um artigo recente publicado pela Economic & Social Research Concil, do Reino Unido.

Os pesquisadores apontam que o aumento na adesão a reciclagem pode não conseguir fazer frente a imensa produção de lixo em todo mundo e reforçam a importância da implantação de políticas de redução de descarte tanto na produção quanto no consumo, como o uso de marketing social para promover a adesão ao comportamentos que beneficiam a sociedade como um todo, como o consumo consciente, o reuso e remanufaturação.

O alinhamento das empresas com essas políticas é essencial para manutenção dos negócios em uma era onde metas de “descarte zero” serão encorajadas e vistas como um diferencial. Essas políticas devem envolver metas de cotas máximas de produção de resíduos per capta, acordos entre os parceiros comerciais para desenvolvimento de políticas públicas inovadoras de responsabilidade, metas mais ambiciosas de reciclagem e o desenvolvimento de loops fechados na produção de lixo orgânico, com o objetivo de devolver a compostagem para a terra como fertilizante, ao invés de produzir resíduos sem valor.

Alinhada com esse tipo de movimento a XPraJá desenvolve soluções sob medida para a indústria onde a produção que encontraria descarte e desperdício é realocada para soluções comerciais voltadas ao vencimento aproximado, aos remanufaturados e aos descontinuados.

Estamos trabalhando duro para ir ainda mais longe, antecipando os desafios discutidos hoje pela indústria e a sociedade a fim de garantir um futuro mais sustentável e rentável para todos.

Fonte: http://www.esrc.ac.uk/

Leave a Reply